28 abr 2021

Aviagen explora os desafios para o controle de Salmonella na cadeia de produção de incubatório

A rotina dentro de um incubatório envolve o manejo de um grande número de ovos embrionados e pintinhos de diferentes […]

Aviagen explora os desafios para o controle de Salmonella na cadeia de produção de incubatório

incubatório A rotina dentro de um incubatório envolve o manejo de um grande número de ovos embrionados e pintinhos de diferentes origens em um mesmo ambiente, facilitando a propagação de diversas enfermidades. Somado a esse fator é preciso lidar com a elevada carga bacteriana, que pode se caracterizar pelas entradas constantes de ovos e materiais de diversos fornecedores, bem como a saída regular de pintinhos.

Frente a esses desafios, o médico-veterinário, doutorando em Reprodução Animal pela USP-SP e Supervisor Regional de Serviços Técnicos da Aviagen, Felipe Kroetz Neto, abordou o tema “Desafios para o controle de Salmonella na cadeia de produção de incubatório”, durante o Simpósio “Salmonella: Atualizando controle e tendências da FACTA (Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas), no primeiro dia do evento, em 27 de abril.

Para o especialista, fatores inerentes ao incubatório podem gerar condições ideais para a ocorrência de problemas como a disseminação de patógenos, com consequentes perdas embrionárias e de pintinho, má qualidade no produto e dificuldades com fatores microbiológicos e/ou fisiológicos que levarão a prejuízos. “Por isso a necessidade da implantação de rígidas medidas de controle sanitário do incubatório, envolvendo o maior número de aspectos possíveis para biossegurança e um efetivo programa de monitoramento da eficácia das medidas adotadas e da qualidade do produto final”, explicou Kroetz Neto.

A simples adoção de sanitização sem controle posterior para avaliação da eficácia não é o suficiente. É preciso ter em constante ação o uso de procedimentos, tais como o HACCP, BPF e/ou POP’s e a rastreabilidade para restringir a entrada e controlar, por meio da matéria-prima que neste caso é o ovo, a contaminação por patógenos.

“É fundamental adotar medidas de garantia de fluxo de áreas, pessoas, materiais e equipamentos que reduzam a proliferação de bactérias. A atenção deve ser redobrada com os carrinhos e bandejas que entram na granja e retornam, pois, estes são os meios mais comuns de trânsito e contaminação do incubatório”, alertou o médico-veterinário.

Por isso os cuidados com a higienização em caixas de pintos – que vão para o produtor e retornam ao incubatório – se tornam relevantes para a atividade. Realizar as lavagens com água quente e com o uso correto de detergente e desinfetantes podem fazer a diferença na retirada dos microorganismos alojados na superfície.

Debatendo a Salmonella

Continua después de la publicidad.

Por se tratar de uma doença de saúde pública, a Salmonella é um dos termos mais relevantes da cadeia avícola. Especialistas, técnicos, pesquisadores e empresas vão em busca de soluções no controle desta bactéria desde o preparo dos alimentos para as aves até o alimento entregue ao consumidor. “A Salmonella não é exclusividade do mercado brasileiro, no qual, os profissionais da cadeia avícola têm buscado as melhores maneiras de controle, mantendo-as em níveis mais baixos possíveis, através da busca de medidas que restrinja a entrada dessa bactéria em nosso parque criatório, através da biosseguridade”, apontou Kroetz Neto.

Sobre a Aviagen

Desde 1923, a Aviagen tem sido a empresa global preferida em genética avícola, com a missão de ajudar seus clientes – produtores mundiais de carne de frango – a fornecer uma proteína saudável e sustentável para suas comunidades em constante crescimento. Aplicando seus valores corporativos de “Breeding Sustainability”, a Aviagen implementa ferramentas que promovem a produção comercial de frangos com foco no meio ambiente e na responsabilidade social, além do benefício econômico dos produtores, ao mesmo tempo em que promove o rendimento, a saúde e o bem-estar das aves.

Para satisfazer as diversas demandas de mercado, a Aviagen oferece um completo portfólio de reprodutoras sob as marcas Arbor Acres®, Indian River® e Ross®. O Rowan Range® e o Specialty Males® têm como objetivo o crescimento mais lento e são indicados para nichos específicos de mercado. A sede da Aviagen fica em Huntsville, no estado americano do Alabama, e detém operações no Reino Unido, Europa, Turquia, América Latina, Índia, Austrália, Nova Zelândia, África e Estados Unidos, além de joint ventures na Ásia. A empresa tem aproximadamente 8.000 colaboradores e atende a clientes em 100 países.

Fonte: Attuale Comunicação

Relacionado com Reprodução e Genética

MAIS CONTEÚDOS DE

Dados da empresa

REVISTA AVINEWS BRASIL

Assine agora a melhor revista técnica sobre avicultura

EDIÇÃO aviNews Brasil 3T 2022
Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Gustavo Triques
Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Tobias Filho
ICC: a inovação que alimenta o amanhã

ICC: a inovação que alimenta o amanhã

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

Diogo T. Ito
Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Fabrizio Matté
Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Dr. Elir Oliveira
Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Joyci Torres
EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Vinicius Teixeira
Extensão Rural: a força que vem do campo!

Extensão Rural: a força que vem do campo!

Kali Simioni
6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

Juliano Rangel
A promoção que apoia as exportações

A promoção que apoia as exportações

Isis Sardella
O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

Luis Rua
A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

Luciana Abeid Ribeiro Dalmagro
Produção com responsabilidade

Produção com responsabilidade

Cleber Souza Martins
Biosseguridade na avicultura

Biosseguridade na avicultura

Tabatha Lacerda
Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Guilherme Seelent
Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Patrícia Marchizeli
Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Jorge Chacón

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária