13 ago 2020

Biossegurança: Protegendo nossos rebanhos para sustentar a cadeia de suprimentos

A proteção da saúde animal é de suma importância para a economia e o suprimento de alimentos de qualquer país. […]

Biossegurança: Protegendo nossos rebanhos para sustentar a cadeia de suprimentos

A proteção da saúde animal é de suma importância para a economia e o suprimento de alimentos de qualquer país. Animais em bom estado de saúde é um requisito importante para um país participar dos mercados globais de proteínas. Existem uma série de doenças animais emergentes e reemergentes que são motivo de preocupação e que podem afetar a adequação do suprimento de alimentos para uma crescente população mundial e têm implicações enormes no comércio global.  Infelizmente, as doenças zoonóticas, incluindo a gripe aviária, continuam ressurgindo em algumas áreas específicas do mundo, causando alta morbidade e mortalidade em aves. Em alguns casos, surtos de doenças zoonóticas podem afetar a cadeia de suprimentos e, consequentemente, reduzir a disponibilidade de alimentos para os consumidores.

Algumas indústrias, mais do que outras, ainda enfrentam problemas com doenças como a doença de Newcastle (ND), a doença infecciosa da bolsa (IBD), bronquite infecciosa (IBV) e laringotraqueíte infecciosa (ILT).  Além dos custos arcados diretamente pelos produtores de proteínas, são incorridos custos adicionais em nível global quando há uma interrupção na disponibilidade internacional de carne de aves, ovos e / ou pintinhos.

Na Cobb, estamos comprometidos em produzir e fornecer um suprimento seguro e protegido de matrizes de aves para nossos clientes em todo o mundo. Os componentes de nossos programas de biossegurança foram certificados por agências independentes, incluindo o Plano Nacional de Melhoramento Avícola (NPIP, sob os auspícios da USDA nos EUA); o Plano de Saúde Avícola do Departamento de Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais (DEFRA no Reino Unido); a Autoridade de Segurança de Alimentos e Produtos de Consumo (Holanda); e o Programa Nacional de Sanidade Avícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (PNSA do MAPA no Brasil). Essas organizações realizam auditorias e monitoramentos regulares dos programas de saúde de nossas operações de criação de aves.

 

Testes regulares são a chave para um programa de biossegurança que protege nossa cadeia de suprimentos contra surtos de doenças há décadas. Um excelente exemplo é a nossa participação no programa de limpeza da gripe aviária do Plano Nacional de Melhoria das Aves (NPIP). Temos a certificação por sermos livres de Gripe Aviária neste plano nacional e todos os rebanhos são testados contra gripe aviária a cada 3 semanas. Como participante certificado, este programa permite que a Cobb atenda aos requisitos de importação contra a gripe aviária para a maioria de nossos parceiros comerciais.

Como uma empresa global que produz material genético para clientes em todo o mundo, trabalhamos duro para evitar interrupções em nossa cadeia de suprimentos. A Cobb possui instalações de produção com pedigree, linhagens de bisavô, avós e incubatórios estrategicamente localizados em todo o mundo. Utilizamos uma rede de mais de 60 distribuidores para enviar nossos produtos. Além disso, temos o compartimento de nossas operações no Brasil, Reino Unido e EUA, seguindo as diretrizes da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Essas medidas ajudam a garantir a segurança e a disponibilidade de nossos produtos em caso de doenças, surtos e outras possíveis interrupções em nossa cadeia de suprimentos, desde que haja um acordo bilateral em que o país receptor reconheça os compartimentos certificados no país exportador.

Programas rigorosos de biossegurança são a base de nossa estratégia de gerenciamento de riscos. Nossos protocolos de biossegurança excedem os requisitos da maioria dos programas governamentais, portanto, os agentes importadores têm um alto grau de confiança em nossos produtos. A excepcional biossegurança nos permite distribuir matrizes para mais de 120 países. Saiba mais sobre nossos programas de biossegurança em https://www.cobb-vantress.com/en_US/biosecurity/na/english/.

Continua después de la publicidad.
abvista BR
Hansen
Ceva
Vetanco BR

Uma parte importante da cadeia de suprimentos é o processo de exportação. Um planejamento cuidadoso e a documentação são fundamentais para fornecer um produto de qualidade a clientes internacionais sem atrasos. Nossa equipe de especialistas em exportação segue protocolos rigorosos de biossegurança e trabalha com cuidado para atender aos requisitos exclusivos de cada país, incluindo documentação especial e / ou testes adicionais. Para tornar o processo de exportação mais eficiente, fomos pioneiros no uso de um sistema eletrônico de certificação sanitária para aves de um dia de vida em coordenação com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). A Cobb serviu como a primeira empresa piloto desse modelo no Canadá e na Guatemala. Desde então, o programa se expandiu para incluir a maioria dos países do mundo e utiliza processamento parcial ou totalmente eletrônico.

Houve um reconhecimento crescente da importância de práticas estritas de biossegurança e incentivamos todos os produtores a se concentrarem na construção e manutenção de uma cultura de biossegurança. O treinamento dos membros da equipe da granja e do incubatório é uma parte fundamental da construção da cultura de biossegurança, considerando que os trabalhadores são conhecidos como a fonte mais comum de transmissão de doenças. Os motoristas de entrega de pintinhos também aderem aos nossos protocolos de biossegurança, permitindo a entrega de produtos aos clientes em nossos mercados domésticos, portanto não há preocupações em termos de doenças. Também existe uma política de tolerância zero para todos os membros da equipe para impedir o contato direto ou a interação com aves de fora da instalação de produção. Esse é de longe um dos princípios mais importantes da biossegurança.

Neste mundo integrado e dependente, um rigoroso programa de biossegurança é essencial para evitar desastres econômicos e da cadeia de suprimentos decorrentes de doenças animais. Ao perceber os perigos e riscos de doenças avícolas em sistemas comerciais de produção de aves, os avicultores têm trabalhado para entender a relação custo-benefício da implementação e manutenção de um programa eficaz de biossegurança. 

Relacionado com Reprodução e Genética

MAIS CONTEÚDOS DE

Dados da empresa
Boehringer Brasil
Evonik 0722
cobb br

REVISTA AVINEWS BRASIL

Assine agora a melhor revista técnica sobre avicultura

EDIÇÃO aviNews Brasil 3T 2022
Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Gustavo Triques
Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Tobias Filho
ICC: a inovação que alimenta o amanhã

ICC: a inovação que alimenta o amanhã

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

Diogo T. Ito
Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Fabrizio Matté
Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Dr. Elir Oliveira
Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Joyci Torres
EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Vinicius Teixeira
Extensão Rural: a força que vem do campo!

Extensão Rural: a força que vem do campo!

Kali Simioni
6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

Juliano Rangel
A promoção que apoia as exportações

A promoção que apoia as exportações

Isis Sardella
O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

Luis Rua
A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

Luciana Abeid Ribeiro Dalmagro
Produção com responsabilidade

Produção com responsabilidade

Cleber Souza Martins
Biosseguridade na avicultura

Biosseguridade na avicultura

Tabatha Lacerda
Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Guilherme Seelent
Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Patrícia Marchizeli
Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Jorge Chacón

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária