10 nov 2020

Caracterização molecular das vacinas avícolas contra a Doença de Gumboro é tema de webinar da Phibro Saúde Animal

A Phibro Saúde Animal debate a caracterização molecular das vacinas contra a Doença de Gumboro (IBD) – um dos mais […]

A Phibro Saúde Animal debate a caracterização molecular das vacinas contra a Doença de Gumboro (IBD) – um dos mais importantes e prevalentes problemas da avicultura brasileira – em um webinar técnico que acontecerá em 17 de novembro, às 17:30 horas.

O vírus da IBD acomete um importante órgão linfoide primário, a Bolsa de Fabricius, e sua infecção compromete a resposta imune mediada pelos linfócitos B e produção de anticorpos. Como resultado, após infectadas, as aves tendem a desenvolver algum grau de imunossupressão, provocando disfunção da resposta imune e abrindo as portas para a ocorrência de diversas doenças. O problema é que esse vírus tem evoluído ao longo dos anos, exigindo uma constante inovação nas soluções para o programa de imunização.

“Neste contexto, a mera informação da presença do vírus de Gumboro num plantel aviário é insuficiente para definir o risco que o vírus representa ou o status de proteção vacinal, sendo necessária a caracterização molecular, capaz de distinguir cepas e suas porções, estabelecendo prevalências no plantel e cargas virais de cada ave, conformando relações epidemiológicas e filogenéticas, e garantindo o melhor prognóstico de proteção e produtividade“, explica André Fonseca, mestre em microbiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

A gerente de negócios biológicos da Phibro, Eva Hunka, destaca ainda algumas variantes do vírus da Doença de Gumboro. “Na forma clássica, há quadros de imunossupressão severa e perda de desempenho zootécnico. Há ainda formas muito virulentas, com mortalidade bastante elevada. Aqui na América do Sul, temos uma variante específica, que aparece quase que de forma assintomática, com uma imunossupressão mais discreta, e apesar disso, impede a ave de expor o seu máximo potencial genético.”

Continua después de la publicidad.
Boehringer Brasil
Hansen
Vetanco BR
cobb br

 

Phibro - André Fonseca - Vacinas avícolas

Assim como o vírus tem se transformado, as vacinas também têm evoluído. Como as cepas clássicas já não eram capazes de proteger contra os diferentes tipos de vírus, a ciência buscou novas formas de imunização, com vacinas compostas por grupos moleculares distintos, que serão debatidos no webinar. Atualmente, o exemplo mais eficaz é o da cepa MB, que apresenta alta performance e eficácia no controle de Gumboro. Essa cepa está presente na vacina MB-1, produzida pela Phibro e disponível ao mercado brasileiro.

 

 

Anote na agenda: webinar

Tema: caracterização molecular das vacinas de Gumboro e suas implicações

Palestrante: André Fonseca, diretor executivo da Simbios Tecnologia

Data e horário: terça-feira, 17 de novembro de 2020, às 17:30 horas.

Inscrições gratuitas: https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_LCFiQ4OqRYSlL_cu1sakKQ

Sobre a Phibro

A Phibro Saúde Animal é uma das mais importantes indústrias veterinárias e de nutrição animal do mundo. Criada em 1916, nos Estados Unidos, está presente no Brasil há 25 anos, oferecendo produtos para suínos, aves, bovinos de corte e de leite e peixes, além oferecer soluções para a produção de fontes energéticas renováveis. Para mais informações, acesse: www.pahc.com/brasil.

Relacionado com Patologia e Saúde Animal

MAIS CONTEÚDOS DE

Dados da empresa
incubaforum
HENDRIX br
Ceva
Siavs Br-br

REVISTA AVINEWS BRASIL

Assine agora a melhor revista técnica sobre avicultura

EDIÇÃO aviNews Brasil 3T 2022
Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Gustavo Triques
Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Tobias Filho
ICC: a inovação que alimenta o amanhã

ICC: a inovação que alimenta o amanhã

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

Diogo T. Ito
Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Fabrizio Matté
Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Dr. Elir Oliveira
Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Joyci Torres
EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Vinicius Teixeira
Extensão Rural: a força que vem do campo!

Extensão Rural: a força que vem do campo!

Kali Simioni
6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

Juliano Rangel
A promoção que apoia as exportações

A promoção que apoia as exportações

Isis Sardella
O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

Luis Rua
A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

Luciana Abeid Ribeiro Dalmagro
Produção com responsabilidade

Produção com responsabilidade

Cleber Souza Martins
Biosseguridade na avicultura

Biosseguridade na avicultura

Tabatha Lacerda
Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Guilherme Seelent
Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Patrícia Marchizeli
Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Jorge Chacón

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária