Incubação

Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

PDF

Para ler mais conteúdo de aviNews Brasil 3T 2022

Considerando a seleção genética do frango de corte que se concentrou na busca de animais com maior ganho de peso, melhor conversão alimentar e maior rendimento de carnes nobres, principalmente carne de peito, algumas perguntas nos inquietam:

Os embriões das linhagens atuais produzem mais calor do que os embriões das linhagens do passado?

Seriam os embriões das linhagens comerciais de frango de corte diferentes em seu desenvolvimento, crescimento e perfil de nascimento?

Tona et al., 2004, mostrou que linhagens de frangos de corte com diferentes perfis de crescimento apresentaram diferentes taxas metabólicas embrionárias.

Foram avaliadas 3 linhagens:

Uma linhagem experimental (linha de reprodutoras pesadas, selecionada para desempenho reprodutivo e viabilidade); e

Continue após a publicidade.

Uma linhagem selecionada para crescimento lento.

A produção total de calor embrionário nas 428 h de incubação até a eclosão foi significativamente diferente entre todas as 3 linhas (padrão > experimental > lenta).

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

 

diferenças entre embriões de matrizes pesadas
Sem dúvida, a temperatura é o fator mais crítico na incubação (Meijerhof, 2013). Vários experimentos e resultados de campo demonstraram que diferenças de frações de graus centígrados na temperatura influenciam o desenvolvimento embrionário (Romanoff, 1960), a eclodibilidade (Wilson, 1990), a qualidade do umbigo (Lourens et al., 2005, 2007; Hulet et al., 2007) e o desempenho pós-eclosão (Foote, 2014).

A temperatura durante a incubação influencia o peso dos órgãos, desenvolvimento do sistema cardíaco, dos músculos e tendões (Oviedo-Rondón, 2014). Especula-se que os embriões das linhagens modernas de frango de corte produzam mais calor do que as linhagens do passado. Isso pode causar superaquecimento podendo influenciar na mortalidade embrionária e a qualidade dos pintinhos eclodidos.

diferenças entre embriões de matrizes pesadasHamidu et al., 2007, comparando a condutância da casca e o metabolismo embrionário das linhagens Cobb 500 e Ross 308, não observou diferenças quanto a condutância da casca, consumo total de oxigênio, produção total de CO₂, quociente respiratório médio e produção total de calor.

Porém, quando analisou o perfil diário desses indicadores observou que há uma diferença entre as linhagens. Especialmente na troca gasosa diária, durante os últimos dias de incubação, bem como a produção de calor.

A hipótese levantada pelo autor é de que os embriões Cobb teriam uma taxa metabólica mais alta.

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

 

diferenças entre embriões de matrizes pesadas
Tona et al., 2010 observou um comportamento similar quando comparou as duas linhagens. O autor observou um maior desenvolvimento no embrião Cobb nos primeiros 4 a 5 dias e um maior desenvolvimento no Ross na segunda semana de incubação. Foi observado ainda, um metabolismo mais elevado e uma maior velocidade de desenvolvimento durante o último dia de incubação e no período perinatal para linhagem Cobb.

Apesar de Hamidu et al., 2007 não ter observado diferenças quanto a condutância da casca, uma hipótese que explica essa diferença de perfil é a diferença nas características da casca do ovo observado nas duas linhagens, o que foi observado por De Ketelaere et al. (2002), analisando 6 linhagens, sendo uma hipótese que devemos seguir analisando.

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

Uma diferença observada é que este metabolismo mais elevado e crescimento mais rápido para o Cobb foi prolongado na primeira semana de vida do pintinho, conforme podemos observar no gráfico abaixo.

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

 

Tona et al., 2010, ainda observou uma diferença no perfil de perda de peso na incubação, conforme podemos observar na tabela 2, bem como uma diferença no período de incubação reforçando a diferença entre as duas linhas.

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

 

 

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

Dessa forma, analisando os dados, podemos concluir que as linhagens apresentam diferentes perfis de desenvolvimento. Essa diferença de perfil é observada na prática em incubatórios comerciais, que operam com grandes volumes de produção e nos remetem a necessidade de termos ajustes específicos para cada linhagem afim de obter o melhor resultado de ambas.

Sugerimos alguns pontos a serem considerados:

Incubar as linhagens em máquinas distintas, se possível dedicando grupos de máquinas por linhagem;

Observar o perfil de perda de umidade na incubação e ajustar de acordo com a necessidade de cada linha;

No caso de máquinas de estágio único, avaliar os programas para cada linhagem, conforme as monitorias de temperatura de casca;

Monitorar a janela de nascimento de forma consistente e ajustar o período de incubação de acordo com o perfil de nascimento de cada linhagem;

Ajustar a temperatura dos nascedouros a fim de sempre manter os pintos confortáveis, com temperaturas de cloaca entre 39,5 a 40,6ºC.

Referências bibliográficas sob consulta junto ao autor.

diferenças entre embriões de matrizes pesadas

 

Acesse o site!!

MAIS SOBRE Incubação

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária