07 abr 2020

Probióticos podem ser uma alternativa para o tratamento de disbiose intestinal em aves de corte

A disbiose pode estar presente em todas as fases da vida das aves e pode ser controlada por meio de […]

Probióticos podem ser uma alternativa para o tratamento de disbiose intestinal em aves de corte

A disbiose pode estar presente em todas as fases da vida das aves e pode ser controlada por meio de probióticos através da indução da eubiose, recomenda a Biomin

A avicultura é uma atividade extremamente profissional e a produtividade, tanto do segmento de corte quanto de postura, é medida em detalhes. “O uso de antibióticos em doses terapêuticas foi, por muitos anos, considerado o tratamento mais usual para a disbiose (desequilíbrio da microbiota intestinal).  A evolução da tecnologia em saúde e nutrição animal proporcionou o desenvolvimento de novas soluções naturais, como os probióticos”, informa Renata Reis, gerente regional da Biomin, empresa de soluções nutricionais naturais do Erber Group.

Em um experimento a campo, a Biomin utilizou ao redor de 8,6 milhões de aves tratadas com micro-organismos probióticos, tanto no incubatório quanto no primeiro alimento. No grupo controle, o qual não recebeu o tratamento com probiótico, 20% dos pintinhos apresentavam gás no ceco. Já no terceiro dia, esse percentual subia para 50%.  A presença de gás nessa região é um dos sinais que indicam a disbiose intestinal, problema que afeta diretamente a produtividade da granja.

A partir desses dados, começamos a tratar as aves do grupo testemunha com o probiótico desde o incubatório via spray logo após a eclosão dos pintinhos e depois administramos a versão encapsulada na primeira ração de 1 a 9 dias de idade. Os resultados foram notados em menos de 7 dias de uso, com o desaparecimento do gás no ceco, as bactérias benéficas foram capazes de colonizar o ceco, conhecido por ser um reservatório das bactérias patogênicas”, explica a especialista da Biomin.

Hansen Evonik 0722

A indução da eubiose resultou além do desaparecimento do gás cecal, uma melhora do peso corporal (+5%) e uma redução da mortalidade (0,30pp) aos 7 dias de idade. A utilização de bactérias benéficas induziu a eubiose e melhorou a função intestinal, o que refletiu em melhoria nesses indicadores de performance. “A aplicação de estratégias naturais também contribui para o movimento mundial da redução do uso de antibióticos na produção animal”, diz Renata.

“Sabemos que a resistência antimicrobiana é um dos grandes desafios atuais. Assim, precisamos implementar alternativas eficientes para ter o mesmo ou mais sucesso em problemas comuns na produção, como é o caso da disbiose intestinal em aves”, destaca a gerente da Biomin.

A empresa possui em seu portfólio a solução PoultryStar, que foi desenvolvido depois de muitos anos de pesquisa e onde 5 cepas de bactérias foram cuidadosamente selecionadas de diferente partes do tubogastrointestinal por sua capacidade de promover a saúde intestinal de aves.

Continua después de la publicidad.
Vetanco BR
Ceva
abvista BR
Boehringer Brasil
Relacionado com Nutrição Animal
HENDRIX br
cobb br
cargill

REVISTA AVINEWS BRASIL

Assine agora a melhor revista técnica sobre avicultura

EDIÇÃO aviNews Brasil 3T 2022
Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Gustavo Triques
Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Tobias Filho
ICC: a inovação que alimenta o amanhã

ICC: a inovação que alimenta o amanhã

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

Diogo T. Ito
Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Fabrizio Matté
Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Dr. Elir Oliveira
Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Joyci Torres
EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Vinicius Teixeira
Extensão Rural: a força que vem do campo!

Extensão Rural: a força que vem do campo!

Kali Simioni
6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

Juliano Rangel
A promoção que apoia as exportações

A promoção que apoia as exportações

Isis Sardella
O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

Luis Rua
A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

Luciana Abeid Ribeiro Dalmagro
Produção com responsabilidade

Produção com responsabilidade

Cleber Souza Martins
Biosseguridade na avicultura

Biosseguridade na avicultura

Tabatha Lacerda
Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Guilherme Seelent
Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Patrícia Marchizeli
Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Jorge Chacón

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária