MSD Envolvente MSD Envolvente https://avinews.com/wp-content/uploads/2022/02/BANNERS_MSD_SALENVAC_120x870-1-1.jpg
28 out 2021

Santa Catarina dá início à colheita de cereais de inverno

Com a expectativa de safra recorde de trigo, Santa Catarina dá início à colheita de cereais de inverno para serem […]

Santa Catarina dá início à colheita de cereais de inverno

Com a expectativa de safra recorde de trigo, Santa Catarina dá início à colheita de cereais de inverno para serem usados em ração animal. Segundo a Epagri/Cepa, o estado deve produzir 348 mil toneladas de trigo, o maior valor dos últimos dez anos.

A abertura oficial da colheita aconteceu nesta quarta-feira, (27/10), em Ituporanga, e contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina, Altair Silva.

SC cereais de inverno trigo

O agricultor Osni Damann recebeu as lideranças em sua propriedade para a primeira colheita de trigo voltado para ração em Santa Catarina.

Siavs Br-br Boehringer Brasil

“Hoje comemoramos a primeira colheita de trigo, que será destinado à ração, um passo importante, porque nós estamos fortalecendo nossa economia, gerando mais riquezas e mantendo o solo sendo cultivado o ano todo. Para o próximo ano, com mais experiência e mais pesquisas, vamos incrementar o Programa de Incentivo ao Cultivo de Cereais de Inverno, para que os produtores abracem essa causa e obtenham mais renda. Estamos fortalecendo não só o agronegócio, mas toda a economia catarinense”, destacou o secretário.

O agricultor Osni Damann recebeu as lideranças em sua propriedade para a primeira colheita de trigo voltado para ração em Santa Catarina. Segundo ele, este é o segundo ano de produção e a produtividade chegou a 55 sacos/hectare. A partir da colheita, Osni ocupará a área para o cultivo de soja.

Segundo o presidente da Cravil (Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí), Harry Dorow, o Programa do Governo do Estado trouxe um novo ânimo para a produção de cereais em Santa Catarina.

Continua después de la publicidad.
incubaforum
abvista BR
Vetanco BR
HENDRIX br

“Em 2018, nós tínhamos uma produção de 30 mil sacos de trigo e este ano, incluindo a Serra Catarinense, nossa projeção é chegarmos a 320 mil sacos de cereais de inverno para ração animal”, ressaltou.

Incentivo ao Plantio de Cereais de Inverno em SC

Para diminuir a demanda de milho das cadeias produtivas de carnes e leite, o Estado investiu R$ 5 milhões no Projeto de Incentivo ao Plantio de Cereais de Inverno Destinados à Produção de Grãos. O incentivo ao plantio e à distribuição de sementes foi realizado em parceria entre Secretaria de Estado da Agricultura, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), Cooperativa Regional Agropecuária Sul Catarinense (Coopersulca), Cooperalfa e Cooperativa Agroindustrial Cooperja.

A execução da pesquisa para avaliar o desempenho de cultivares de trigo, triticale e centeio e posterior plantio das culturas de inverno ocorreu em cinco regiões catarinenses. As áreas foram implantadas nos municípios de Chapecó, Jacinto Machado, Canoinhas, Rio do Sul, Turvo e Campos Novos, com avaliação de 30 cultivares em diferentes solos e climas.

Safra 2021/2022

De acordo com estimativa da Epagri/Cepa, Santa Catarina deve colher a maior safra de trigo dos últimos dez anos, com produção de 348 mil toneladas, um incremento de 102% em relação à safra anterior. O cenário resulta do crescimento de 74% na área plantada, reflexo dos bons preços pagos aos produtores, associados ao incentivo do Governo do Estado no cultivo de cereais de inverno.

O grande esforço de Santa Catarina para aumentar o cultivo de cereais de inverno se dá pelo imenso consumo de milho da cadeia produtiva de carnes e leite. O agro catarinense consome mais de sete milhões de toneladas do grão por ano e grande parte é importado de outros estados ou países. Na safra 2020/2021, as lavouras do estado sofreram com a estiagem prolongada, além dos ataques da cigarrinha-do-milho, e a produção acabou com uma queda de 27%. As estimativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) apontam para uma colheita de 1,8 milhão de toneladas, sendo necessário importar cerca de 5,5 milhões de toneladas do grão este ano.

Relacionado com Matérias Primas
cobb br
Hansen
cargill
Ceva

REVISTA AVINEWS BRASIL

Assine agora a melhor revista técnica sobre avicultura

EDIÇÃO aviNews Brasil 3T 2022
Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Destinação correta das aves de descarte de reprodução, matrizes e de postura de ovos comerciais no final do ciclo

Gustavo Triques
Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Importância da monitoria dos programas vacinais de Gumboro e Newcastle: Qual melhor momento da rotação de programa?

Tobias Filho
ICC: a inovação que alimenta o amanhã

ICC: a inovação que alimenta o amanhã

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

A importância dos dados Zootécnicos para as granjas produtoras de ovos

Diogo T. Ito
Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Vigilance Program uma poderosa ferramenta contra a Escherichia coli patogênica aviária

Fabrizio Matté
Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Alternativas de cereais para substituição parcial do milho na ração de aves – Parte II

Dr. Elir Oliveira
Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Protocolo vacinal no incubatório e uniformidade do lote ampliam a produtividade avícola

Joyci Torres
EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

EVANOVO®, a vacina que vai revolucionar a prevenção da Coccidiose aviária

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Você está pronto para a Transformação Digital na avicultura?

Vinicius Teixeira
Extensão Rural: a força que vem do campo!

Extensão Rural: a força que vem do campo!

Kali Simioni
6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

6ª FAVESU destaca os desafios e as oportunidades da Avicultura Nacional

Juliano Rangel
A promoção que apoia as exportações

A promoção que apoia as exportações

Isis Sardella
O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

O compromisso setorial e o papel de cada elo no Brasil

Luis Rua
A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

A jornada da sustentabilidade nas propriedades avícolas

Luciana Abeid Ribeiro Dalmagro
Produção com responsabilidade

Produção com responsabilidade

Cleber Souza Martins
Biosseguridade na avicultura

Biosseguridade na avicultura

Tabatha Lacerda
Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Diferença na Fisiologia Embrionária entre as linhagens de Matrizes pesadas

Guilherme Seelent
Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Por que medir a taxa de fluxo (vazão) do bebedouro Nipple?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Como atender à crescente demanda por proteínas livres de antibióticos?

Patrícia Marchizeli
Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Aerossaculite em frangos de corte: onde se iniciam e quais são os fatores envolvidos?

Jorge Chacón

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária