Nutrição Animal

As xilanases podem promover economia de custos

PDF

Para ler mais conteúdo de aviNews América Latina Junio 2017

Conteúdo disponível em:
Español (Espanhol)

Os produtores de frangos enfrentam o aumento dos preços e custos de produção na energia alimentar, junto com a pressão para aumentar a utilização de energia na dieta.

Numa tentativa de manter os níveis de lucro apesar deste revés, muitos nutricionistas estão revisando o valor oferecido pelas enzimas que degradam polissacarídeos não amiláceos (PNA).

Melhorando a liberação de energia

Vetanco BR

Os PNA presentes nos grãos de cereais podem limitar o acesso ao amido e aumentar a viscosidade do intestino, reduzindo a eficiência dos nutrientes.

A xilanase mais resistente ao calor produz energia

Continua después de la publicidad.
cobb br
HENDRIX br
Boehringer Brasil
Ceva
Econase XT

A enzima mais resistente ao calor produz maior energia

Econase XT pode propiciar uma economia de custos substancial ao reduzir a viscosidade digesta no intestino e ao aumentar a permeabilidade das paredes das células vegetais na dieta.

Pesquisas têm realçado um mecanismo adicional pelo qual as xilanases podem melhorar a eficiência alimentar geral, ao quebrar longas cadeias de arabinoxilanos em cadeias curtas compostas (conhecidas como xilo-oligómeros). Estrs xilo-oligómeros podem atuar como prebióticos, melhorando o funcionamento do intestino grosso e melhorando a eficiência alimentar geral.

O maior nível da atividade de micróbios benéficos e seu crescimento também estimula a produção de ácidos graxos voláteis (VFAs), os quais podem ser absorvidos e utilizados pela ave como uma fonte de energia.

Como com todos os prebióticos, estes xilo-oligómeros atuam como uma fonte de nutrientes para os micróbios benéficos que residem no intestino, promovendo a população benéfica à custa de micróbios potencialmente patógenos, levando a uma mudança positiva na composição do microbioma.

Resultados de pesquisa comprovados

O efeito prebiótico indireto da Econase XT não só aumenta a energia metabolizável, como também melhora significativamente o índice de conversão alimentar independente se as dietas são a base de grãos viscosos ou não viscosos. Maiores benefícios incluem uma uniformidade dos frangos aumentada e uma redução no conteúdo de umidade da camada em até 15%.

Os resultados experimentais na Figura 1 mostram o impacto da xylanase Econase XT no índice de conversão alimentar (ICA) e o conteúdo de viscosidade no intestino (jejuno) em frangos de 0 a 21 dias de idade. A redução substancial de 30% na viscosidade está acompanhada por uma melhora significativa de 4 pontos no ICA (1.33 vs. 1.37).

resultados de uso de xylanasa ab vista

Influência da suplementação de xylanase Econase XT no desempenho (índice de conversão alimentar, ICA) e viscosidade jejunal de pintos jovens (0 a 21 dias de idade). Dados médios de 6 réplicas por tratamento (8 aves/réplica). Efeito da xylanase no ICA (P = 0.003) e na Viscosidade (P < 0.001).

Para alcançar estes resultados, no entanto, é fundamental que a xylanase selecionada tenha sido desenvolvida para ser efetiva no ambiente comercial. Como a única xylanase intrinsecamente termoestável até 95°C, acrescentar Econase XT no seu alimento assegura a fratura ideal PNA, liberando tanta energia quanto seja possível para entregar um ICA melhorado e reduções de custos.

Com resultados comprovados em aves numa ampla gama de ingredientes alimento, a Econase XT é a xylanase ideal para maximizar a utilização da energia na dieta.

Para conhecer mais sobre Econase XT da AB VISTA, clique aqui

anuncio ab vista econase xt

Econase XT da AB VISTA

Hansen
cargill
abvista BR
Evonik 0722
MAIS SOBRE Nutrição Animal

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária