Incubação

Pontos importantes no processo de incubação de perus de corte – Parte II

PDF

Para ler mais conteúdo de aviNews Brasil 2T 2022

Tipos de máquinas de incubação

incubação de perus de corte

Figura 1: Incubadora de ovos

Atualmente, a maioria dos incubatórios de perus possui máquinas de “estágio único”, ou seja, os ovos são incubados em um único momento e têm sua retirada (transferência), também em um único momento, seguindo os preceitos do “all-in all-out”.

Ceva
Tem a vantagem de que podem ser utilizadas para ovos de uma única origem, o que evita a contaminação cruzada. Também tem a condição de que, logo após a transferência dos ovos, as máquinas passem por um processo de higienização completo, o que não é possível nas maquinas de múltiplo estagio.
Verificação da tensão das correias;
abvista BR
cargill
Boehringer Brasil

Desgaste de polias;

Rolamentos;

Damper de ar;

Válvulas solenoides;

Sensores e sistema de exaustão.

incubação de perus de corte

Figura 2: Controle da máquina incubadora

As salas à frente das máquinas, ou os sistemas de suprimentos das máquinas também deverão ter suas condições vitais revisadas (pressão, volume, temperatura de ar e umidade relativa).

Outro ponto crítico no contexto da manutenção é a calibração dos sensores, que devem passar por aferições frequentes.

Incubação dos ovos

A definição correta do número de horas necessárias para incubação é uma etapa muito importante, pois irá influenciar diretamente na “janela de nascimento” e definir o momento correto da retirada dos peruzinhos da máquina.

O número total de horas de incubação necessárias, deve ser calculado no momento da realização da programação da incubação e tem por base:

Qual a linhagem da matriz que produziu os ovos (cada linhagem tem sua recomendação própria);

Idade de postura da matriz;

Tempo e condições de estocagem;

Se foi realizado ou não pré-aquecimento dos ovos (início da estocagem) e se haverá ou não pré-aquecimento antes da incubação.

incubação de perus de corte

Pré incubação – recomendado realizar com os ovos já na máquina incubadora por 6 horas, com temperatura de 23°C ou 73,4° F, com o objetivo de propiciar uma maior homogeneização no momento do nascimento.

Controle da temperatura de incubação

incubação de perus de corteÉ a etapa mais crítica de todo o processo, principalmente quando as temperaturas ultrapassam o limite superior estabelecido para o correto desenvolvimento embrionário. Os danos são visíveis principalmente durante o nascimento e a primeira semana de vida, contudo também afetam a performance da ave até o abate.

Os principais danos percebidos relativos a altas temperaturas:

incubação de perus de corte

 

incubação de perus de cortePara aferição da temperatura dos embriões em várias partes da máquina, é recomendada a utilização de um equipamento conhecido como “termômetro de ouvido”.

Esta amostragem deve ser realizada, principalmente, no 20° e 24° dias de incubação (ou na transferência), verificando se estes se encontram dentro do valor esperado e próximo ao que o sensor da máquina está lendo.

incubação de perus de corteUma situação que, com frequência, contribui para temperatura desuniforme dentro da máquina é a alteração no fluxo de ar, e isto ocorre por má distribuição da carga de ovos dentro da mesma em casos de volume menor que a capacidade nominal.

temperaturas de casca de embrião menores que o indicado de 99,4°C, apresentam como principal característica o atraso no nascimento.

Transferência para o nascedouro – ideal que seja realizado entre o 24° e 25° dia de incubação.

Indicadores de desempenho que refletem diretamente na qualidade das aves

Perda de umidade até a transferência – perda de peso do ovo até o dia da transferência (amostra de ovos pesados no dia da incubação e no momento da transferência, com 24 a 25 dias de idade) deve ser de 10 a 12%.

Relação peso do peruzinho e peso do ovo (RPP x RPO.), é obtida pesando uma amostragem de ovos no momento da incubação e pesando as aves no momento da retirada da máquina. O índice ideal é de 67 a 68 % para aves com uma curta jornada de transporte (menos de 6 horas), e 69 a 70% para jornadas longas.

Avaliação da “janela de nascimento” consiste em quantificar os volumes de aves nascidas a cada turno de 12 horas, iniciando 36 horas antes do horário previsto da retirada das aves do nascedouro. Este é um dos principais indicadores de domínio do processo de incubação como um todo.

Avaliação de gema residual (esta informação é obtida com a necropsia de uma amostra de aves de boa qualidade recém-nascidas, onde é realizada a pesagem da ave antes da necropsia e após removida a gema, esta também sendo pesada e estabelecida a relação) – ideal em torno de 8%, máximo recomendado de 11 %.

incubação de perus de corte

Descrição das principais características de alteração da janela de nascimento

 

incubação de perus de corte

Avaliação de Temperatura corporal do peru de um dia

incubação de perus de corteComo nos primeiros dias de vida o peru tem dificuldade na manutenção da sua termo regulação, nós temos a responsabilidade de fornecer um ambiente adequado.
A verificação da temperatura corporal do peru de um dia é uma ferramenta muito importante para garantir um bom ambiente e, consequentemente, um bom desempenho no ganho de peso e nos índices de mortalidade da primeira semana de vida.
A temperatura ideal medida na cloaca das aves deve ser de 39,4°C e 40,0°C (103,0°F e 104,0°F).

Os principais locais em que devemos fazer avaliação:

Sala de processamento de aves;

Sala de espera;

Chegada das aves na granja;

6 a 12 horas após a chegada na granja.

Os resultados são muito significativos na mortalidade da primeira semana de vida, assim como no ganho de peso.

incubação de perus de corte

Identificação do sexo do peruzinho incubação de perus de corte

Como o procedimento é realizado com a reversão da cloaca, que exige um grau de habilidade muito grande por parte do operador, é importante que o grau de desidratação e o volume de gema residual estejam em patamares adequados, senão pode ocorrer o rompimento da gema no momento da compressão do abdômen e isto vai refletir em mortalidade no campo após o segundo dia de vida.

Tratamento de bico

incubação de perus de corteProcedimento necessário para redução do canibalismo no campo e, consequentemente, redução dos índices de mortalidade. A forma mais utilizada é o tratamento no incubatório, no dia do nascimento, com radiação infravermelho, e é uma das formas menos agressivas que existe para redução do tamanho da parte superior do bico da ave.

É necessário realizar a avaliação constante da posição em que a radiação atinge o bico para que não haja danos à ave (atingindo a narina), nem muito próximo da ponta do bico (bico volta a crescer novamente). Como linhagens pesadas têm grande variação no tamanho do ovo e, consequentemente, no tamanho do peruzinho, ajustes constantes são necessários.

Características de qualidade que devemos avaliar em um peruzinho

incubação de perus de corte

Higienização do incubatório

incubação de perus de corte
Esta é uma importante etapa, pois visa interromper a passagem de qualquer contaminação vinda de uma granja para os ovos de outra, ou de um nascimento para outro.
Mesmo recebendo ovos aparentemente limpos, estes podem conter elevados níveis de contaminação que comprometem os resultados e a qualidade das aves.

As ferramentas para uma boa limpeza, embora antigas, continuam sendo as mais eficientes: água quente, sabão e força no esfregão, lembrando que o desinfetante só funciona em superfície limpa e é um complemento ao processo.

Monitorias microbiológicas de verificação em laboratório devem ser realizadas para determinação do status sanitário. A frequência e local de coleta, assim como o número de amostras devem ser determinados por uma avaliação técnica minuciosa sobre o grau de contaminação percebido. Estas monitorias devem servir de baliza para a tomada de decisão, tanto para a granja, como para o incubatório.

Com base no que vimos, podemos responder à questão realizada com frequência: Até onde vai a responsabilidade do incubatório sobre o desempenho das aves no campo?

Muitos afirmam que o incubatório é corresponsável nos resultados somente até sétimo dia de vida. Esta, com certeza, é a parte mais fácil de “visualizar”, mas há influência direta ainda na mortalidade das semanas subsequentes, como por exemplo nos casos incubação de perus de cortede Onfalite e de hérnia umbilical, assim como na qualidade física das aves (pernas e rendimento de peito).

Portanto, o processo de incubação é um elo da cadeia de produção importantíssimo, que influencia diretamente na performance das aves e, consequentemente, no resultado final.
SIAVS brasil
Vetanco BR
HENDRIX br
Siavs Br-br
MAIS SOBRE Incubação

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE AVÍCOLA

Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Os podcasts do setor agrícola em português
agriCalendar - O calendário de eventos do mundo agrícolaagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formação para o setor agrícola e da pecuária